Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de julho de 2016. Atualizado às 22h27.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

impeachment

Notícia da edição impressa de 19/07/2016. Alterada em 18/07 às 22h28min

Golpe é diferente da Turquia, avalia Dilma

 Dilma Rousseff analisa que 'nós vivemos um outro momento, temos uma outra circunstância' no País

Dilma Rousseff analisa que 'nós vivemos um outro momento, temos uma outra circunstância' no País


JOSÉ CÍCIRO DA SILVA/AGÊNCIA PÚBLICA/DIVULGAÇÃO/JC
A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) voltou a defender seu mandato ontem, durante evento na Universidade Federal de São Bernardo do Campo, no Grande ABC Paulista, e a classificar de golpe o seu afastamento da presidência da República.
Diante de uma plateia com quase 500 pessoas, formada por professores, alunos da universidade, presidentes de associações e sindicatos ligados ao ramo da Educação, Dilma iniciou seu discurso reforçando que o motivo do evento era discutir a democracia que permitiu ao Brasil a construção de uma política educacional, de ciência, tecnologia e inovação.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia