Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de julho de 2016. Atualizado às 09h30.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara dos Deputados

14/07/2016 - 09h24min. Alterada em 14/07 às 09h31min

CCJ da Câmara volta se reunir para votar recurso de Cunha

Comissão analisa recurso de Eduardo Cunha contra decisão do Conselho de Ética que aprovou a cassação de seu mandato

Comissão analisa recurso de Eduardo Cunha contra decisão do Conselho de Ética que aprovou a cassação de seu mandato


EVARISTO SA/AFP/JC
Agência Brasil
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara volta a se reunir na manhã desta quinta-feira (14) para analisar recurso do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) contra decisão do Conselho de Ética que aprovou a cassação de seu mandato.
O colegiado começou a analisar o tema na quarta-feira (13), mas o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, Osmar Serraglio (PMDB-PR), encerrou a reunião do colegiado, mesmo sem a ordem do dia ter sido iniciada no plenário.
A decisão de Serraglio irritou os adversários de Cunha, que começaram a gritar "vergonha". Após mais de seis horas de debates, o colegiado aprovou um requerimento para que se encerrassem as discussões da matéria.
A partir de então, foram concedidos mais 20 minutos para que o relator fizesse suas considerações finais. Logo em seguida, no entanto, a reunião foi interrompida em função da convocação da plenária para a eleição do novo presidente da Câmara. Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi eleito por 285 votos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia