Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 05 de julho de 2016. Atualizado às 22h46.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

congresso nacional

Notícia da edição impressa de 06/07/2016. Alterada em 05/07 às 20h33min

CPI do Carf deve ser prorrogada por mais 30 dias

O presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), prorrogou por 30 dias, a contar de 2 de julho, os trabalhos da CPI do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais). A decisão já está valendo, mas precisa ser referendada pelo plenário. Maranhão acatou parcialmente requerimento do presidente da CPI, Pedro Fernandes (PTB-MA), que pedia que ele reconsiderasse decisão anterior, que havia prorrogado a CPI por 15 dias, mesmo assim apenas para a apresentação e votação do relatório final.
Fernandes havia pedido, porém, mais 60 dias, sob o argumento de que ainda havia muita gente a ser ouvida e muitos documentos a serem analisados. Nas últimas reuniões, estava na pauta da CPI a votação de 89 requerimentos, com pedidos de convocação de 55 pessoas, entre empresários, acusados de corrupção no Carf e agentes políticos. Os requerimentos não foram votados por falta de quórum.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia