Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de julho de 2016. Atualizado às 22h48.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 29/07/2016. Alterada em 28/07 às 22h42min

Obama ressalta qualificação de Hillary para ser presidente

Presidente afirmou que considera a democrata mais qualificada que ele

Presidente afirmou que considera a democrata mais qualificada que ele


ROBYN BECK/AFP/JC
No mais importante discurso da convenção democrata, o presidente Barack Obama refutou, na noite de quarta-feira, o cenário apocalíptico desenhado pelo republicano Donald Trump na semana passada e apresentou uma visão confiante da democracia norte-americana. "Não somos um povo amedrontado. Nosso poder não vem de um salvador autoproclamado que promete que pode restaurar a ordem", em referência à declaração de Trump de que é o candidato "da lei e da ordem" que poderá resolver todos os problemas do país.
Obama exaltou os valores, a cultura e o poder norte-americanos e defendeu a "audácia da esperança". Ele pediu que os eleitores rejeitem o medo e elejam Hillary Clinton como a próxima presidente dos Estados Unidos. "Façam por Hillary o que fizeram por mim há oito anos", afirmou.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia