Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de julho de 2016. Atualizado às 22h46.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Turquia

Notícia da edição impressa de 29/07/2016. Alterada em 28/07 às 22h42min

Exército tem novas baixas após golpe

O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, comandou, nesta quinta-feira, uma reunião com graduadas lideranças militares que deve levar a importantes mudanças nas Forças Armadas do país. O Conselho Supremo Militar se reuniu um dia após a Turquia dispensar quase 1.700 militares suspeitos de envolvimento na tentativa do golpe de Estado em 15 de julho.
Uma graduada autoridade turca descreveu os afastamentos como "baixas desonrosas". Dois generais anunciaram seu afastamento enquanto ocorria a reunião.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia