Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de julho de 2016. Atualizado às 18h24.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Terrorismo

13/07/2016 - 18h25min. Alterada em 13/07 às 18h25min

Novos bombardeios em Bagdá deixam pelo menos 12 mortos e 39 feridos

Um dos ataques matou pelo menos quatro pessoas em um posto próximo a Husseiniyah, nordeste de Bagdá. Um homem-bomba detonou um veículo equipado de explosivos

Um dos ataques matou pelo menos quatro pessoas em um posto de verificação próximo a Husseiniyah, nordeste de Bagdá. Um homem-bomba detonou um veículo equipado de explosivos


AHMAD AL-RUBAYE/AFP/JC
Três bombardeios em Bagdá mataram pelo menos 12 pessoas e deixaram outras 39 feridas nesta quarta-feira. Os ataques aconteceram um dia depois da explosão de um carro-bomba no distrito de al-Rashidiya, também em Bagdá.
Até agora, ninguém assumiu a responsabilidade das explosões, que contêm traços do Estado Islâmico. Os extremistas sunitas frequentemente coordenam ataques que têm como alvo a maioria xiita do Iraque.
Nos últimos meses, o Estado Islâmico intensificou os ataques na região após perder território no norte e no oeste do Iraque. Na semana passada, o grupo assumiu a autoria de um ataque feito com um caminhão-bomba que deixou 292 mortos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia