Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 22 de julho de 2016. Atualizado às 18h48.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Transporte

22/07/2016 - 17h56min. Alterada em 22/07 às 18h50min

Uber passa a aceitar pagamentos em dinheiro nas viagens em São Paulo

 RS - UBER/PORTO ALEGRE  - GERAL - SERVIÇO DE TRANSPORTE PARTICULAR UBER COMEÇOU SUAS ATIVIDADES EM PORTO ALEGRE (RS), NA   TARDE DESTA QUINTA-FEIRA. CARROS CONFORTÁVEIS COM SERVIÇOS DIFERENCIADOS DE FIDELIZAÇÃO   ATENDEM OS CLIENTES DESSE APLICATIVO. TANTO A EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO   QUANDO O SINDICATO DOS TAXISTAS DA CAPITAL JÁ HAVIAM SE MANIFESTADO CONTRÁRIOS AO NOVO   SERVIÇO.   19/11/2015 - FOTO: MARCOS CUNHA/AGÊNCIA FREE LANCER/ESTADÃO CONTEÚDO

A Uber liberará o pagamento de viagens em dinheiro a partir da próxima semana


MARCOS CUNHA/AGÊNCIA FREE LANCER/AE/JC
A Uber vai liberar o pagamento de viagens na cidade de São Paulo em dinheiro a partir da próxima semana, em data ainda a ser definida. Até hoje, as viagens só poderiam ser pagas por meio do cartão de crédito, previamente cadastrado.
Os aplicativos dos usuários já cadastrados vão migrar para o novo modelo de cobrança aos poucos, segundo Fabio Sabba, porta-voz da empresa. Já os novos clientes terão a opção quando baixarem o App.
A medida foi anunciada após a empresa se enquadrar nas regras da Prefeitura para sistemas de transporte individual privado. A Uber - como as concorrentes Cabify e Easy Go, da Easy Táxi - tem de pagar uma taxa de R$ 0,10 aos cofres públicos a cada km percorrido.
Três cidades do nordeste - Recife, Fortaleza e Salvador - já tinha essa modalidade de pagamento. Belo Horizonte começaria a receber dinheiro ainda nesta sexta-feira (22). Segundo Sabba, o pagamento em dinheiro já era liberado em outros países. No Brasil, começou pelo nordeste após a empresa perceber que 60% dos cadastros de novos clientes parava, sem terminar, quando eles chegavam no preenchimento dos dados do cartão.
"Essa é também uma vontade dos motoristas. Se recebem em dinheiro, têm o dinheiro na hora, em vez de receber na semana seguinte, que é quando os pagamos", diz o porta-voz.
A taxa que a empresa cobra dos motoristas - que varia entre 10% e 30%, dependendo do tipo de veículo e de corrida - será feito por desconto nos valores devidos nas corridas pagas por cartão de crédito.
Sabba explica ainda que, caso o motorista não tenha troco, o aplicativo pode registrar um saldo na conta do cliente - que se reverterá em desconto na corrida seguinte.
A empresa sustenta que a medida não aumenta o risco de assaltos, uma vez que só a pessoa que solicita o carro - e que, portanto, está nos dados cadastrais da empresa - é que sabe que o veículo é Uber. "Eles também não vão circular com grande quantidades de dinheiro", afirma Sabba.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia