Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de julho de 2016. Atualizado às 22h43.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

Notícia da edição impressa de 13/07/2016. Alterada em 12/07 às 22h07min

Governo aportará R$ 100 milhões na ponte do Guaíba

Obra ainda deve custar R$ 280 milhões somente na realocação dos moradores do entorno

Obra ainda deve custar R$ 280 milhões somente na realocação dos moradores do entorno


JONATHAN HECKLER/JC
Marina Schmidt
A bancada gaúcha garantiu R$ 100 milhões do governo federal para investimento na nova ponte do Guaíba. O compromisso foi firmado ontem pelo presidente interino Michel Temer após reunião com 18 deputados e dois senadores gaúchos. Participaram do encontro os ministros Osmar Terra, do Desenvolvimento Rural e Agrário, Maurício Quintella, dos Transportes, e Eliseu Padilha, do Desenvolvimento Agrário, além de representantes do Dnit.
O valor acordado será repassado em cinco parcelas, até o fim deste ano, explica o deputado federal Giovani Cherini (PR), líder da bancada gaúcha. Ele salientou que as obras ainda dependerão de mais aportes do governo federal, que provavelmente devem ser firmados no próximo ano. "Essa obra vai custar ainda R$ 280 milhões só na realocação dos moradores locais", detalha.
No encontro também foram tratadas questões relativas a outras obras, como a continuidade da duplicação da BR-116. Segundo Cherini, o grupo saiu da reunião sem compromissos firmados, mas com a sinalização de que o governo federal irá dar prioridade a todas as obras que estão mais de 50% prontas. É o caso das BRs 386 e 116, que faltam 95% e 60%, respectivamente. Já os repasses para a ponte do Guaíba devem ser oficializados ainda neste mês.
Para Cherini, há um outro ponto positivo no encontro: a abertura de diálogo com o governo central. "É a primeira vez desde que estou aqui como deputado federal, há sete anos, que o presidente recebeu a comitiva gaúcha", destaca. "Agora, sabemos que há diálogo e que a bancada gaúcha tem acesso ao presidente."
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia