Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 31 de julho de 2016. Atualizado às 17h31.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

fórmula 1

31/07/2016 - 17h32min. Alterada em 31/07 às 17h32min

Hamilton vibra com 'corrida perfeita' no GP da Alemanha e vantagem na liderança

O inglês Lewis Hamilton vai para o período de pausa na temporada da Fórmula 1 sem ter do que reclamar. Neste domingo, ele ultrapassou o companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, logo na largada do GP da Alemanha e alcançou a sexta vitória nas últimas sete corridas, sendo que vem de quatro triunfos consecutivos.
O resultado fez com que ele ampliasse para 19 pontos a vantagem na liderança na classificação geral em relação ao piloto alemão. "Que dia. Foi perfeito. Não esperava estar tão forte quanto estive hoje. Tive uma ótima largada e tudo deu certo, diferentemente do classificatório quando cometi alguns erros", comentou.
Hamilton ainda agradeceu aos torcedores alemães, que estavam na torcida por Rosberg, mas aplaudiram a vitória do inglês. "Quero também dizer um muito obrigado a todos os fãs. Vi que muitos estavam torcendo por mim na Alemanha. Ver todo mundo aqui foi incrível, realmente achei demais. Definitivamente terei umas ótimas férias", encerrou o tricampeão mundial.
A próxima etapa da Fórmula 1 acontece agora apenas no dia 28 de agosto, no GP da Bélgica, no tradicional circuito de Spa-Francorchamps. Até lá, Hamilton descansará tranquilamente com boa vantagem na liderança do campeonato. Depois de iniciar a temporada 43 pontos atrás de Rosberg, ele agora lidera com 217 contra 198 do alemão.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia