Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 24 de julho de 2016. Atualizado às 21h24.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

24/07/2016 - 22h33min. Alterada em 24/07 às 22h46min

Chapecoense vence por 2 a 1 e manda o Botafogo para a zona de rebaixamento

A Chapecoense venceu o Botafogo por 2 a 1, neste domingo (24), em jogo disputado na Arena Condá, em Chapecó (SC), válido pela 16ª rodada da Campeonato Brasileiro. O gols do time da casa foram marcados por Hyoran e Lucas Gomes - Camilo descontou. Com o resultado, a equipe catarinense foi a 22 pontos e subiu para a 10ª colocação na tabela de classificação. O time carioca entrou na zona de rebaixamento e ocupa o 17º lugar, com 17 pontos.
Agora, as duas equipes voltam as atenções para a Copa do Brasil, quando jogarão nesta quarta-feira, às 19h30min. O Botafogo recebe o Bragantino, no Rio, enquanto que a Chapecoense encara o Atlético Paranaense, na Arena Condá. Ambos precisam de vitória simples, pois empataram os jogos de ida - o time carioca ficou no 2 a 2, enquanto que os catarinenses ficaram na igualdade sem gols.
O primeiro tempo foi de pouca pontaria de ambos os lados. Muitos erros no último passe e dificuldade para acertar o gol adversário. Um pouco melhor, a Chapecoense conseguiu abrir o placar aos 24 minutos. Hyoran recebeu de Cleber Santana, encarou a marcação, puxou para a perna direita e colocou no cantinho do goleiro Sidão.
O Botafogo chegou com perigo aos 41 minutos. Em disputa de bola de Bruno Silva e o goleiro Marcelo Boeck, o volante tentou uma bicicleta, mas a bola passou por cima da trave. Os visitantes ainda reclamariam de um gol de Canales, anulado aos 45.
O técnico Ricardo Gomes buscou a reação com a entrada de Neilton ainda no intervalo. O atacante teve a chance logo aos 6 minutos, com chute de longe que parou nas mãos de Marcelo Boeck.
A equipe carioca passou a ter maior posse de bola e o jogo foi aumentando de intensidade da metade para o fim. A pressão carioca surtiria efeito aos 40 minutos com Camilo, em bela cobrança de falta. Mas a alegria durou dois minutos. Lucas Gomes aproveitou mais uma saída errada dos visitantes, entrou na área e bateu de cavadinha para matar o goleiro Sidão e sacramentar o placar.
Chapecoense 2 x 1 Botafogo
Marcelo Boeck; Gimenez, Thiego, Filipe Machado e Dener Assunção; Sérgio Manoel (Matheus Biteco), Josimar, Cleber Santana e Hyoran (Martinuccio); Ananias (Lucas Gomes) e Kempes. Técnico: Caio Júnior.
 Sidão; Luis Ricardo, Joel Carli, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Fernandes (Neilton), Bruno Silva, Camilo e Salgueiro (Gervasio Núñez); Canales (Luis Henrique). Técnico: Ricardo Gomes.
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia