Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de julho de 2016. Atualizado às 21h50.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Série B

19/07/2016 - 21h51min. Alterada em 19/07 às 21h51min

Oeste só empata com o Brasil de Pelotas e segue ameaçado pelo rebaixamento

Oeste e Brasil de Pelotas ficaram no empate por 1 a 1 na Arena Barueri em partida que abriu a 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira. O time paulista chegou a pressionar e saiu na frente, mas sofreu um gol logo em seguida e não conseguiu reagir.
Com o resultado, o Oeste chegou aos 21 pontos e segue sem conseguir se desgarrar dos times da parte de baixo da tabela. Com 17 e um jogo a menos, o Bragantino é a primeira equipe dentro da zona do rebaixamento.
O Brasil de Pelotas, com 24 pontos, ocupa a sétima colocação e também não saiu satisfeito com o resultado, já que não conseguiu se aproximar do Atlético-GO, que abre o G4 e começa a rodada com 29.
O JOGO - O Oeste começou dominando a partida e empurrando o adversário para o campo de defesa. Sem conseguir reagir, o Brasil só não sofreu um gol nos primeiros minutos porque o experiente goleiro Eduardo Martini fez uma sequência incrível de defesas bloqueando as finalizações de Léo Artur e Marcus Vinícius.
De tanto insistir, o time mandante abriu o placar aos 23 minutos em cruzamento de Betinho, que Marcus Vinícius completou de cabeça. No entanto, a resposta do Brasil foi imediata e apenas um minuto mais tarde Ramon tabelou com Felipe Garcia e deu um toque para tirar do goleiro e empatar a partida.
Na segunda etapa, a pressão do Oeste diminuiu. Apesar de ainda controlar as ações e se manter mais presente no campo de ataque do que o adversário, o time paulista não conseguiu repetir o futebol ofensivo do início do jogo.
Errando muito no meio de campo, com passes desperdiçados que irritavam o técnico Fernando Diniz, o Oeste praticamente não assustou Eduardo Martini nos 45 minutos finais e teve de se contentar com o empate por 1 a 1, que não foi bom para a sequência da competição.
O Brasil volta a campo na próxima sexta-feira às 19h15, quando enfrenta o CRB, no Estádio Rei Pelé, pela 18ª rodada da Série B. O Oeste enfrenta o Joinville, na Arena Joinville, no sábado às 16 horas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia