Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de julho de 2016. Atualizado às 22h27.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Notícia da edição impressa de 19/07/2016. Alterada em 18/07 às 22h28min

No Grêmio, Roger tem a dura missão de corrigir a bola aérea defensiva

A cena já é muito bem conhecida pelo torcedor gremista em 2016. Basta o adversário levantar a bola na área tricolor que bate o desespero. Dos 49 gols sofridos pelo time nesta temporada, 24 foram em lances de bola alçada. Ou seja, 48,9% das vezes em que teve sua defesa batida, isso se deu em lances de cruzamento por cima.
Neste Campeonato Brasileiro, as falhas já custaram, ao menos, pontos nas partidas contra Palmeiras, Chapecoense e Sport, no último domingo. Somente neste ano, seis jogadores já formaram a dupla de zaga da equipe: Kadu, Bressan, Fred, Geromel, Rafael Thyere e Wallace Reis. A repetição dos erros, não importando quais deles estejam jogando, reforça a ideia de que o problema não são os nomes.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia