Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 17 de julho de 2016. Atualizado às 20h59.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

17/07/2016 - 21h01min. Alterada em 17/07 às 21h01min

Grêmio perde de 4 a 2 do Sport e perde chance de assumir segundo lugar

O Sport passa por uma difícil crise, na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, mas mostrou neste domingo que não vai se render facilmente. Em partida válida pela 15.ª rodada, o time pernambucano venceu o Grêmio por 4 a 2 na Ilha do Retiro e ainda atrapalhou os gaúchos na perseguição ao líder Palmeiras.
Com o resultado, o Sport se manteve na 17.ª colocação, mas agora com 15 pontos, um a menos que o Figueirense, primeiro time fora da degola. Já o Grêmio estacionou no terceiro lugar, com 27 pontos, e viu a desvantagem para a ponta aumentar para cinco.
O Grêmio contou com o retorno do zagueiro Pedro Geromel e do volante Maicon.
Com a bola rolando, quem chegou com perigo foi o Grêmio logo no primeiro minuto de jogo. Luan recebeu de Giuliano na ponta direita e chutou cruzado, vencendo o goleiro Marcão, mas a bola explodiu na trave.
Após o susto inicial, o Sport conseguiu melhorar em campo e desperdiçou uma boa chance com Rogério, aos 17. Pouco depois, o time conseguiu abrir o placar. Aos 21, Serginho roubou a bola no meio de campo, avançou, tabelou com Edmílson, saiu na cara do goleiro e bateu na saída de Grohe para o fundo do gol.
Com o gol, os donos da casa ganharam confiança e partiram para cima. O Grêmio apostava nas jogadas em velocidade e cruzamentos, mas Luan tinha dificuldades para finalizar bem. Aos 38, Diego Souza ampliou. Em cobrança de escanteio pela direita, o meia subiu mais que os zagueiros gremistas e testou firme para fazer 2 a 0.
A derrota parcial levou o Grêmio mordido para o intervalo e o time voltou em alta frequência para o segundo tempo. Com um minuto de jogo, Everton levou perigo e Renê mandou para escanteio. Na cobrança, Geromel aproveitou sobra na área e estufou a rede.
Aos 17, o zagueiro apareceu novamente para aproveitar rebote em cobrança de tiro de canto e chutou firme no cantinho, buscando o empate por 2 a 2. Mas a alegria durou pouco tempo, porque Everton Felipe cobrou escanteio pela direita, Serginho desviou na primeira trave e Edmílson apareceu para marcar o terceiro gol do Sport.
Ciente da situação difícil no Brasileirão, o Sport tratou de não tirar o pé para garantir uma vitória convincente sobre o Grêmio. Aos 27, Everton Felipe fez fila, invadiu a área e foi derrubado. A arbitragem assinalou pênalti e Diego Souza converteu.
O meia ainda cobrou uma falta com muito perigo, aos 41, e em seguida Douglas obrigou Magrão a fazer uma bela defesa. No minuto final, foi a vez de Rithely exigir trabalho de Grohe, mas o placar terminou definido em 4 a 2.
Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Sport encara o Cruzeiro às 16 horas do próximo domingo, no Mineirão. No mesmo horário, o Grêmio recebe o São Paulo na Arena.
Sport 4 x 2 Grêmio
Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves, Renê, Rithely, Serginho, Everton Felipe, Diego Souza, Rogério (Rodrigo Mancha), Edmílson. Técnico: Oswaldo de Oliveira
Marcelo Grohe, Edílson, Pedro Geromel, Fred, Marcelo Oliveira, Jailson (Pedro Rocha), Maicon, Giuliano, Douglas, Everton, Luan (Ramiro). Técnico: Roger Machado
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia