Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 01 de julho de 2016. Atualizado às 20h25.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

basquete

01/07/2016 - 20h25min. Alterada em 01/07 às 20h25min

Basquete feminino do Brasil perde da França em amistoso pré-Olímpico

Em clima de preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro a seleção brasileira feminina de basquete foi derrotada pela França por 81 a 54, nesta sexta-feira, em Biarritz. Foi o primeiro de uma série de três amistosos com a seleção anfitriã, no sudoeste da França.
Contra um rival que enfrentará no Grupo A da Olimpíada, o técnico Antonio Carlos Barbosa escalou a seleção com Nádia, Iziane, Adrianinha, Palmira e Damiris. No decorrer da partida, ele deu oportunidade a quase todas as reservas: Barbara, Joice, Tainá, Tatiane, Kelly, Karina e Patrícia.
O maior destaque do Brasil foi Damiris, com 14 pontos, seis rebotes e quatro assistências. Adrianinha registrou nove pontos, quatro rebotes e uma assistência. E Iziane contribuiu com oito pontos.
"Não posso dizer que foi bom e nem que estou satisfeito", disse Barbosa. "Efetivamente esse é nosso primeiro amistoso de alto nível e contra uma equipe que já vem em ritmo de jogo. Essa foi para mim a grande vantagem que elas tiveram. Jogaram soltas, com ritmo forte, taticamente consciente e com bom aproveitamento naquilo que se propuseram a jogar", avaliou.
Mesmo insatisfeito, o técnico viu pontos positivos na atuação brasileira. "A defesa em um primeiro momento foi bem, mas depois foi mal, pois perdemos muitos rebotes defensivos. Fizemos uma boa defesa em cima das principais chutadoras, a Dumerc e a Skrela, mas isso não bastou. Ofensivamente o esquema de trabalho também funcionou, porém as bolas não caíram. Mas isso são coisas que com o tempo vão se ajeitando", ponderou.
Brasil e França vão se enfrentar novamente neste domingo, às 12 horas (horário de Brasília). Na segunda-feira, as duas seleções vão fechar a série de amistosos às 13 horas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia