Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de julho de 2016. Atualizado às 15h58.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Comércio Exterior

29/07/2016 - 15h59min. Alterada em 29/07 às 15h59min

Balança comercial da indústria gráfica encerra 2º trimestre com superávit

A balança comercial da indústria gráfica encerrou o segundo trimestre de 2016 com superávit de US$ 21,8 milhões, um crescimento de 68% na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e foram divulgados nesta sexta-feira (29) pela Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf).
De abril a junho deste ano, as exportações totalizaram US$ 78,3 milhões e as importações, US$ 56,5 milhões. O volume exportado totalizou 31,6 mil toneladas, sendo os principais mercados os Estados Unidos, Peru e Uruguai, que, juntos, contribuíram com US$ 29,3 milhões para a balança comercial gráfica.
O segmento que se destacou com maior representatividade nas exportações foi o de embalagens, com variação de 11% frente ao acumulado de janeiro a março de 2016 e com contribuição de US$ 27,6 milhões para o total exportado.
Na sequência aparece o segmento de cartões impressos, que gerou um montante de US$ 26,4 milhões, valor 47% maior em relação ao segundo trimestre de 2015.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia