Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de julho de 2016. Atualizado às 17h24.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

19/07/2016 - 17h25min. Alterada em 19/07 às 17h25min

Ouro fecha em alta com contínua inquietação do mercado

Os contratos futuros de ouro fecharam em leve alta nesta terça-feira (19) com a perda da força de um recente rali nas ações globais.
O ouro para agosto negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), subiu 0,21%, a US$ 1.332,30 por onça-troy, o maior patamar desde o dia 13 de julho.
Os preços do ouro recuaram cerca de 3,8% desde que atingiram US$ 1.357,00 por onça-troy no dia 6 de julho, à medida que os investidores vêm se tornando mais otimistas sobre as consequências da decisão do Reino Unido de sair da União Europeia.
Entretanto, "o preço do ouro deve subir nos primeiros sinais de redução do apetite ao risco e menor valor das ações", afirmaram analistas da TD Securities em comunicado aos clientes.
Apesar da tentativa de golpe na Turquia na sexta-feira passada ter tido pouco impacto no mercado financeiro até agora, sinais de maior instabilidade podem fazer o dinheiro sair de ativos de risco como mercados emergentes para o ouro, disse Nitesh Shah, estrategista de commodities da ETF Securities.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia