Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de julho de 2016. Atualizado às 23h47.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado de capitais

Notícia da edição impressa de 15/07/2016. Alterada em 14/07 às 21h33min

IIF prevê alta de capital externo no País em 2016

A melhora da situação política e o maior comprometimento com o ajuste econômico do presidente interino Michel Temer estão fazendo o Brasil voltar a atrair a atenção de investidores estrangeiros, avalia o Instituto Internacional de Finanças (IIF), formado pelos 500 maiores bancos do mundo, com sede em Washington. Em relatório divulgado nesta quinta-feira, 14, o IIF prevê aumento dos fluxos de capital internacionais para a economia brasileira em 2016 e vê impacto limitado da saída do Reino Unido da União Europeia.
"O ajuste na política econômica conduzido pelo governo de Michel Temer tem sido um fator essencial para reduzir o medo dos investidores e aumentar as entradas de capital", afirma o IIF. O relatório ressalta que o objetivo do ajuste é restaurar a credibilidade no tripé da política econômica: a meta de inflação, taxas de câmbio flexíveis e disciplina fiscal. Além das medidas de ajuste, o IIF ressalta que a melhora das contas externas brasileiras é outro fator positivo.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia