Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de julho de 2016. Atualizado às 17h35.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

crédito

13/07/2016 - 14h04min. Alterada em 13/07 às 14h04min

Quatro em cada dez brasileiros já pediram nome emprestado para compras a crédito

Pedir o cartão de crédito emprestado para fazer uma compra é mais comum do que se imagina: quase 40% dos consumidores brasileiros já pediram o nome emprestado para fazer compras no cartão de crédito. Na maioria das vezes (35,8%), para adquirir roupas. O dado faz parte de um levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).
Entre os motivos mais comuns para ter pedido o nome emprestado, estão imprevistos e nome sujo na praça. O preocupante é que a maioria das compras não se voltou a algo essencial. Além de roupas, o nome emprestado foi usado para adquirir calçados (21,6%), celulares (17,7%) e brinquedos (14,5%). Item realmente necessário, as compras de supermercado (11%) apareceram somente em quinto lugar.
A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, alerta que ao assumir a dívida de terceiros, por ingenuidade ou por uma simples gentileza, a pessoa passa a responder por todas as consequências financeiras e jurídicas da situação, caso o tomador do nome emprestado não consiga honrar o compromisso. Ou seja, se o amigo ou familiar não pagar a conta, quem paga o pato é você.
O que fazer?
A primeira recomendação dos especialistas é não emprestar cartões e o nome para compras. Tenha certeza: você estará sendo mais amigo da pessoa não emprestando do que deixando ela assumir novos compromissos se já está endividada.
Se considerar que a compra realmente é essencial e resolver passar seu cartão para a pessoa ou emprestar o cheque, esteja preparado para pagar a conta. Tenha uma reserva de emergência para quitar a fatura e não ter de recorrer ao rotativo ou ao cheque especial e se enrolar. Sempre vale a pena checar se você não está com o nome sujo.
Se você está do outro lado, de quem está pensando em pedir o nome de um familiar emprestado, tem de se fazer quatro perguntas: o nome emprestado vai ser útil para pagar algum credor, como uma loja, que esteja me cobrando? A pessoa a quem vou pedir cartão ou cheque sabe da minha condição? Eu conseguirei pagá-la em dia? A compra é realmente necessária naquele momento? Se a resposta for não para qualquer uma das perguntas, repense a atitude.
A pesquisa foi feita com 674 consumidores de ambos os gêneros, acima de 18 anos e residentes em todos os Estados brasileiros.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
luis 13/07/2016 17h26min
PNL - PROGRAMAÇÃO NEURO LINGUÍSTICA OU HIPINOSE EM MASSAnTODOS OS POLÍTICOS BRASILEIROS FAZEM ESTE CURSO DE PNL PROGRAMAÇÃO NEURO LINGUISTICA (HIPNOSE DE MASSA), É UM CURSO CARÍSSIMO PAGO AS CUSTAS DO POVO E SABEM PARA QUE SERVE? TRANSFORMA O POVO EM UM MONTE DE ZUMBÍS, TOTALMENTE MANIPULÁVEIS PELO SISTEMA , E PELOS POLÍTICOS.nPOR ISSO QUE AQUI NO BRASIL OS POLÍTICOS FAZEM O QUE QUEREM, OS PETISTAS USAM BASTANTE ESTE ARTIFICIO PARA SUBJUGAR O POVO TRABALHADOR E HONESTO E EXPLORA-LOS.nA MÍDIA, REDE GLOBO, RECORD, SBT, TODAS USAM TAMBÉM EXAUSTIVAMENTE ESTA FERRAMENTA PARA CONTROLAR O POVO.nO LULA E TODA A CÚPULA DO PT , FIZERAM ESTES CURSOS PARA APRIMORAR A ARTE PETISTA DE EXPLORAR, ROUBAR E MATAR O POVO BRASILEIRO.nPT - SOCIALIZOU A MISÉRIA E A IGNORÂNCIA PARA PERPETUAR-SE NO PODER.nO POVO BRASILEIRO JÁ ESTA CHEIO DE SER MANIPULADO E EXPLORADO POR ESTAS FRENTES POPULARES DE PROTESTOS FINANCIADAS PELO PT E PARTIDOS ALIADOS, DINHEIRO DO POVO JOGADO FORA, PATIFARIA.