Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 05 de julho de 2016. Atualizado às 19h02.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

05/07/2016 - 19h02min. Alterada em 05/07 às 19h02min

Dólar e iene avançam ante euro em dia de aversão ao risco

O dólar e o iene avançaram diante de seus principais rivais em um dia de temores renovados sobre as consequências da separação do Reino Unido da União Europeia (Brexit), levando os investidores a procurarem investimentos considerados seguros.
O WSJ Dollar Index, que compara o dólar com outras 16 moedas, subiu 0,78% para 87,06 nesta terça-feira, 5. No fim da tarde, o euro recuava para US$ 1,1072, de US$ 1,1160 no fim da tarde de ontem e caiu para 112,61 ienes de 114,43 ienes, enquanto o dólar recuava para 101,71 ienes, de 102,55 ienes.
A moeda americana tem se beneficiado da turbulência do mercado na esteira do Brexit, com a fuga do risco por parte dos investidores. Mas a alta do dólar pode ser colocada à prova nesta semana, com a publicação de dados e relatórios, de acordo com analistas.
A divulgação da ata da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) amanhã pode oferecer mais detalhes sobre a preocupação dos dirigentes com a desaceleração da economia e com o Brexit.
Além disso, os EUA divulgam o relatório de emprego (payroll) na sexta-feira, dando o cenário da saúde do mercado de trabalho no país após uma leitura desanimadora.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia