Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de julho de 2016. Atualizado às 14h33.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Empresas

Notícia da edição impressa de 06/07/2016. Alterada em 08/07 às 14h35min

Pedidos de recuperação judicial batem recorde no 1º semestre

Falências tiveram elevação de 8,9% de janeiro a junho

Falências tiveram elevação de 8,9% de janeiro a junho


VISUALHUNT.COM/DIVULGAÇÃO/JC
Os pedidos de recuperação judicial dispararam 87,6% de janeiro a junho deste ano, ante igual intervalo de 2015, e atingiram o nível recorde de 923 ocorrências, segundo pesquisa da Serasa Experian. Considerando apenas o mês de junho, houve alta de 60% na comparação anual, para 168 pedidos. Em junho ante maio, houve queda de 8,7%.
De acordo com os economistas da Serasa, o recorde histórico atingido pelos pedidos de recuperação judicial neste primeiro semestre de 2016 revela a gravidade da atual crise econômica. "A combinação dos juros altos com a prolongada recessão impõe sérias dificuldades financeiras para as empresas, levando-as a se utilizarem do mecanismo da recuperação judicial como forma de se preservar da insolvência", diz a empresa por meio de nota.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia