Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de julho de 2016. Atualizado às 22h31.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 19/07/2016. Alterada em 18/07 às 19h47min

Avenida da Legalidade

Vereadores de Porto Alegrei, seguindo a moda, resolveram mudar a denominação da principal via de acesso à Capital. Era avenida Castelo Branco e agora é avenida da Legalidade e da Democracia. Legalidade, em homenagem a Leonel Brizola - a original intenção - e democracia, a utopia de todos nós, em um acordo entre situação e oposição. Foi suprimido o nome do ditador. Agora, nesses tempos sombrios, uma das minhas poucas alegrias é ouvir as notícias sobre o tráfego: a Legalidade e a Democracia estão assim - um para e anda, a avenida da Legalidade e da Democracia está totalmente obstruída, acidente inviabiliza a Legalidade e Democracia, preso alguém na Legalidade e Democracia por inabilitação, é preciso recapear a Legalidade e Democracia. Para quem já não acredita em mais nada, é um lenitivo. (Luiz Reboucas, engenheiro)
Panorama
Em relação à matéria Café de muitos sons (caderno Panorama, Jornal do Comércio, 14/07/2016), o Fon Fon é um local maravilhoso, confortável, grande som rolando. E o casal proprietário merece aplausos pelo idealismo e empreendedorismo - coisa rara na classe artística! (Marco Aurélio Kirsch, Novo Hamburgo/RS)
Eduardo Cunha
Ou milhões de brasileiros estão errados, inclusive autoridades da Suíça, ou o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é uma pessoa com alienação mental para o que está em volta dele, como a opinião pública, que quer vê-lo longe da Câmara Federal. Ele continua negando tudo o que já foi provado contra ele e até chorou na hora da renúncia. É demais, é mesmo um artista da encenação! (Paula Castro de Moraes, Porto Alegre)
Eduardo Cunha II
Virou uma novela de mau gosto essa falação em torno do ainda deputado federal Eduardo Cunha. Ele tem fôlego de gato e também sete vidas, como os felinos. Repete a mesma coisa há pelo menos três meses e nada de ser cassado no plenário da Câmara dos Deputados. Até quando? (Carmen Maria Soledade, Viamão/RS)
Tocha
Porto Alegre se saiu muito bem quando da passagem da Tocha Olímpica pela cidade. Muitos aplausos, participação popular e boa organização. Se as Olimpíadas serão aqui, vamos fazer do evento algo bonito, sem ficar só criticando. Quem critica agora deveria ter falado lá em 2007, quando o Brasil foi escolhido. Aliás, com muito aplauso e apoio. Profetas do ocorrido, agora? (Maíra Lima, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia