Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de julho de 2016. Atualizado às 19h30.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Carga Tributária

Notícia da edição impressa de 27/07/2016. Alterada em 26/07 às 17h12min

Movimento em Ciudad del Este aumenta

A queda do dólar nos últimos dias aumentou a vantagem de fazer compras no Paraguai, onde os impostos mais baixos permitem que os produtos sejam vendidos, em média, a preços 30% inferiores aos do mercado brasileiro. E, como algumas lojas praticam um câmbio diferenciado para atrair consumidores, a vantagem pode ser ainda mais significativa.
Isso explica por que, nos últimos dois meses, aumentou em cerca de 30% o número de brasileiros nas lojas de Ciudad del Este, que faz fronteira com Foz do Iguaçu (PR), no lado brasileiro. Depois de ver o movimento despencar, quando o dólar superou a barreira dos R$ 4,00, os comerciantes paraguaios já estão mais animados e competem entre eles para atrair esses consumidores.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia