Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de julho de 2016. Atualizado às 19h28.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Carga tributária

Notícia da edição impressa de 27/07/2016. Alterada em 26/07 às 17h08min

População prefere corte de gastos a alta de impostos

A população brasileira rejeita a ideia da criação de novos impostos, não acredita na implementação de tributos que sejam apenas temporários e vê como principal alternativa para o controle de gastos o congelamento do salário dos servidores públicos. Essas são as principais conclusões da pesquisa "Percepção sobre as Contas Públicas Brasileiras", divulgada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).
O levantamento foi realizado pela Ipsos Publico Affairs e ouviu 1.200 pessoas em todo o País entre os dias 2 e 13 de junho, período em que o governo interino de Michel Temer (PMDB) completava seu primeiro mês. A maior parte dos entrevistados (88%) afirmou que, para controlar as contas públicas, a melhor saída é cortar gastos. Uma parcela de 10% não respondeu, e apenas 2% dos pesquisados defenderam o aumento de tributos.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia