Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de julho de 2016. Atualizado às 18h17.

Jornal do Comércio

Automotor

COMENTAR | CORRIGIR

Lançamento

Notícia da edição impressa de 29/07/2016. Alterada em 29/07 às 18h18min

Chevrolet remodela o Prisma e o campeão de vendas Onix

Além de ter o design modernizado, os carros também receberam melhorias na parte mecânica e estrutural

Além de ter o design modernizado, os carros também receberam melhorias na parte mecânica e estrutural


CHEVROLET/DIVULGAÇÃO/JC
Quatro anos depois de estrear no mercado brasileiro, o Onix passa por sua primeira reestilização. As mudanças deixam o carro compacto em sintonia com a atual identidade estética da Chevrolet no mundo.
Toda a parte frontal é nova: o capô está ligeiramente mais longo e inclinado e traz vincos; os faróis, maiores, adotaram formato mais delgado, com direito a filetes de LED. A grade do radiador foi alongada e integrada, aumentando a percepção de largura do veículo, enquanto o para-choque ostenta contornos bem marcados.
Na traseira, destacam-se as lanternas de perfil esportivo e o para-choque também mais "musculoso". No caso do sedã Prisma, essas características visuais se repetem, acrescidas de um aerofólio que vem "esculpido" na própria tampa do porta-malas, que continua com capacidade para 500 litros.
Os interiores do Onix e do Prisma também listam aprimoramentos. O quadro de instrumentos exibe novo grafismo, o sistema multimídia MyLink é de segunda geração, os painéis de portas ficaram mais ergonômicos, os comandos da ventilação foram otimizados, os bancos receberam novos revestimentos e o acabamento traz detalhes em preto brilhante.
Outro reforço para ambos os modelos é o sistema de telemática OnStar da Chevrolet (que oferece serviços de conveniência, emergência e conectividade), de série em todas as versões (e com assinatura cortesia de um ano), assim como a direção elétrica, que vira componente padrão.
A evolução ainda ocorreu na mecânica da família Onix-Prisma. O hatch e o sedã compactos são os primeiros da Chevrolet no Brasil a incorporar o conceito "ECO", que reúne tecnologias focadas em conforto, desempenho e eficiência energética, envolvendo motor, transmissão, suspensão e freios.
Os propulsores 1.0 (exclusivo do Onix) e 1.4 dessa nova geração "ECO" têm peças internas móveis e agregados mais avançados. Pistões, bielas e anéis, por exemplo, foram redesenhados e perderam peso.
O módulo eletrônico, responsável por controlar as diversas funções dos motores, está 40% mais rápido. Novos sistemas de arrefecimento e de gerenciamento de cargas elétricas completam o pacote de alterações.
O câmbio manual agora conta com seis marchas - a sexta contribui para reduzir o consumo de combustível e o nível de ruído, principalmente em altas velocidades. A transmissão automática de seis velocidades, por sua vez, passa a atuar de modo mais ágil e linear.
A engenharia da Chevrolet buscou diminuir o peso total de Onix e Prisma, trabalhando em mais de 100 peças de cada um. Como resultado, o hatch perdeu 32 quilos, enquanto o sedã, 33 quilos.
Freios mais eficientes, pneus verdes e suspensão recalibrada - com novos cubos de roda e barra estabilizadora 10 milímetros mais baixa - finalizam os aperfeiçoamentos na parte mecânica.
Segundo a Chevrolet, o Novo Onix 1.4 com câmbio manual de seis marchas faz, com gasolina, 14,9 km/l na estrada e 12,5 km/l na cidade. Com a mesma configuração, o Prisma roda 15,4 km/l na estrada e 12,8 km/l na cidade, graças à melhor aerodinâmica da carroceria sedã.
O motor 1.4 ECO desenvolve, quando abastecido com etanol, 106 cv de potência a 6.000 rpm e 136,2 Nm de torque a 4.800 giros. Usando gasolina, 98 cv e 127,4 Nm nas mesmas rotações. Os dados do novo propulsor 1.0 ECO serão divulgados posteriormente pela Chevrolet.
A família Onix-Prisma ainda cresce na linha 2017 com a introdução do Onix Activ. O modelo de estilo aventureiro chega com todas as evoluções e será vendido em versão única, equipada do motor 1.4 ECO e transmissão manual ou automática de seis marchas.
No design externo, o Onix Activ se diferencia pelas molduras plásticas que recobrem partes dos para-choques, as caixas de roda e o segmento inferior da carroceria, assim como pelo rack de teto em forma de "U" e pelo de "peito de aço" (na verdade, de plástico pintado de cinza) na dianteira. Retrovisores externos e adesivos da coluna "B" são pretos.
Dentro da cabine, a peculiaridade do Onix Activ é a ambientação nas cores preta e laranja. Estruturalmente, a versão aventureira possui pneus maiores e suspensão 30 milímetros mais alta em relação ao hatch convencional.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia