Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de junho de 2016. Atualizado às 14h17.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Crise Política

28/06/2016 - 14h09min. Alterada em 28/06 às 14h17min

Ex-ministra, senadora Kátia Abreu passa a integrar Comissão do Impeachment

 CEI2016 - Comissão Especial do Impeachment 2016   Comissão Especial do Impeachment 2016 (CEI2016) que analisa o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado ouve o advogado-geral da União e os ministros da Fazenda e da Agricultura.     Em pronunciamento, ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu     Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A senadora Kátia Abreu assumiu o posto do senador José Pimentel na Comissão Processante do Impeachment


EDILSON RODRIGUES/AGÊNCIA SENADO/JC
Agência Brasil
A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) assumiu hoje (28) o posto do senador José Pimentel (PT-CE) na Comissão Processante do Impeachment do Senado, informou o presidente do colegiado, Raimundo Lira (PMDB-PB).
A mudança ainda precisa ser aprovada em plenário, mas Kátia já participa da sessão da comissão desta terça-feira, com os depoimentos de novas testemunhas de defesa da presidente afastada Dilma Rousseff.
Kátia Abreu, que foi ministra da Agricultura de Dilma, defendeu os pagamentos do Plano Safra e negou que tenham havido operações de crédito ilegais com bancos públicos no âmbito do programa.
Lira anunciou ainda que o senador Magno Malta (PR-ES) deixa de ser suplente. Ele assume a titularidade da comissão, em substituição à senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), nova líder do governo no Congresso.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia