Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de junho de 2016. Atualizado às 16h10.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Crise Política

27/06/2016 - 16h10min. Alterada em 27/06 às 16h10min

Comissão do Impeachment começa a ouvir ex-ministro Patrus Ananias

Começou na tarde desta segunda-feira (27) a sessão da Comissão Especial do Impeachment para dar sequência às oitivas das testemunhas indicadas pela defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff. Neste momento, os parlamentares ouvem o depoimento do ex-ministro do Desenvolvimento Agrário Patrus Ananias.
Em seguida, serão ouvidas outras duas testemunhas indicadas pela defesa: Maria Fernanda Ramos Coelho, ex-secretária executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário; e João Luiz Guadagnin, diretor de Financiamento e Proteção da Produção do Ministério do Desenvolvimento Agrário.
Mais cedo, o corpo técnico do Senado responsável por realizar uma perícia do processo apresentou o laudo do trabalho da junta. O documento responsabiliza Dilma pela edição de decretos de créditos suplementares, mas isenta a presidente de atuação nas pedaladas fiscais.
De acordo com o cronograma, esta é a última semana para as oitivas. Amanhã, defesa e acusação poderão pedir esclarecimentos sobre a perícia. Os técnicos terão até a próxima sexta, dia 1º, para responder aos questionamentos. A junta de peritos deve ser ouvida pela comissão no próximo dia 5.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia