Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 10 de junho de 2016. Atualizado às 16h22.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

10/06/2016 - 16h23min. Alterada em 10/06 às 16h23min

Advogado de Palocci reforça defesa de Lula na Lava-Jato

Agência Globo
O advogado criminalista José Roberto Batochio vai reforçar a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava-Jato. Batochio, que já defende o ex-ministro Antonio Palocci, vai substituir Nilo Batista.
Batista havia deixado a defesa do ex-presidente, em abril, após ser revelado que ele também mantinha contratos com a Petrobras e empresa Sete Brasil, também alvos das investigações, o que significaria um suposto conflito de interesses.
Batochio vai atuar em conjunto com Roberto Teixeira, compadre de Lula, e seu genro, Cristiano Zanin.
Lula é alvo de seus procedimentos na Lava-Jato. Fazem parte da investigação o sítio frequentado pelo ex-presidente na cidade de Atibaia (SP), que teria tido a reforma paga pelas empreiteiras Odebrecht e OAS, e o apartamento tríplex no Guarujá (SP) em um prédio da Bancoop, cooperativa dos bancários.
Batochio é advogado criminalista há 50 anos e atuou dos principais escândalos dos últimos anos. No mensalão, defendeu o ex-deputado federal Waldemar Costa Neto (PR). Na Lava-Jato, Batochio cuida da defesa de Palocci. O criminalista também atou em favor do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), ex-governador de São Paulo.
Fã do ex-governador do Rio Leonel Brizola, que morreu em 2004, Batochio é filiado ao PDT e foi deputado federal entre 1998 e 2002. Em 2014, foi candidato à vice-governador de São Paulo na chapa do presidente da Fiesp, Paulo Skaf (PMDB).
Na manhã desta sexta-feira, Lula recebeu a visita da presidente afastada, Dilma Rousseff, em seu instituto, em São Paulo. A presidente conversou com a diretoria do instituto e, em seguida, embarcou para Brasília, ainda pela manhã.
Texto de: Renato Onofre e Sérgio Roxo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia