Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de junho de 2016. Atualizado às 13h00.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

justiça eleitoral

09/06/2016 - 13h01min. Alterada em 09/06 às 13h01min

TSE nega recurso do PMDB sobre cassação da chapa Dilma-Temer

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou um pedido do PMDB para fazer parte das ações que pedem a cassação da chapa da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) e do presidente em exercício Michel Temer (PMDB).
A Corte Eleitoral já negou o pedido de outros partidos, como a Rede, para se manifestar nas ações. O PMDB havia entrado com um recurso para ingressar no caso como "assistente simples", para auxiliar na defesa de Temer. O pedido, no entanto, foi negado por unanimidade pelos ministros.
Para a relatora das ações, ministra Maria Thereza de Assis Moura, não há "interesse jurídico" do PMDB em participar do caso. Ela alegou que, se esse direito fosse concedido ao partido do presidente em exercício, também teria que ser para as demais legendas que já fizeram pedidos semelhantes.
As quatro ações que pedem a cassação da chapa Dilma-Temer foram movidas pelo PSDB.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia