Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de junho de 2016. Atualizado às 10h47.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações Internacionais

22/06/2016 - 10h46min. Alterada em 22/06 às 10h47min

Coreia do Norte realiza novo teste de míssil balístico de médio alcance

Anúncio sobre o lançamento do míssil repercutiu na TV japonesa

Anúncio sobre o lançamento do míssil repercutiu na TV japonesa


KAZUHIRO NOGI/AFP/JC
A Coreia do Norte voltou a disparar um novo míssil balístico de médio alcance, após quatro tentativas terem falhado nos últimos meses, de acordo com autoridades sul-coreanas. Este é o segundo teste com míssil de médio alcance. O míssil percorreu cerca de 400 quilômetros e atingiu uma altitude de 1.000 quilômetros, surgindo como o teste mais eficiente até agora.
Os suspeitos testes do míssil de médio alcance Musudan têm preocupado os EUA e seus aliados, como Tóquio e a Coreia do Sul, pois o alcance do míssil pode atingir 3.500 quilômetros e atingir bases militares norte-americanas localizadas no oceano Pacífico.
O ministro de Defesa do Japão, Gen Nakatani, disse que o lançamento mais recente demonstra um "certo nível de capacidade", e poderia conduzir a um maior reforço das capacidades de mísseis balísticos da Coreia do Norte que podem cobrir o território japonês. Para ele, o disparo mostra uma preocupante evolução no programa de mísseis do regime de Kim Jong-un. "A ameaça ao Japão está a intensificar-se", disse o ministro. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia