Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de junho de 2016. Atualizado às 22h31.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Venezuela

Notícia da edição impressa de 17/06/2016. Alterada em 16/06 às 22h29min

Governo de Maduro obtém vitória na OEA

A Venezuela obteve, na noite de quarta-feira, uma vitória diplomática na Organização dos Estados Americanos (OEA) ao costurar apoio suficiente para que as posições anti-Caracas do secretário-geral, Luis Almagro, sejam submetidas a questionamento. "Foi uma votação histórica", disse a chanceler venezuelana, Delcy Rodríguez, no encerramento da Assembleia Geral da OEA, em Santo Domingo, na República Dominicana.
O argumento central de Delcy é que Almagro extrapolou funções do cargo ao chamar publicamente o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, de "traidor, mentiroso e ditadorzinho" e ao se alinhar ao movimento antichavista. Dos 34 países-membros da OEA, 19 votaram a favor da proposta venezuelana de avaliar como o líder da OEA maneja o "respeito à institucionalidade e normativas da organização". Doze governos se opuseram. Houve duas ausências e uma abstenção.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia