Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de junho de 2016. Atualizado às 18h13.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Eurocopa

21/06/2016 - 18h13min. Alterada em 21/06 às 18h13min

Turquia vence República Checa, fica em terceiro e ainda sonha com vaga

Turcos comemoram a vitória sobre a seleção da República Tcheca e sonham com a classificação para as oitavas

Turcos comemoram a vitória sobre a seleção da República Tcheca e sonham com a classificação para as oitavas


MIGUEL MEDINA/AFP/JC
A Turquia ainda sonha com a classificação para as oitavas de final da Eurocopa. Nesta terça-feira, em Lens (França), os turcos venceram a República Checa por 2 a 0, conseguiram seus primeiros três pontos na classificação, e terminaram em terceiro no Grupo D, atrás de Espanha e Croácia. Os checos voltam para casa.
Com dois gols a favor, contra um da Albânia, a Turquia já sabe que não terá a pior campanha entre os seis times que ficarem em terceiro em seus respectivos grupos. Para avançar, os turcos torcem para que no Grupo E ou no Grupo F o terceiro colocado some menos que três pontos, dois gols negativos de saldo e dois gols marcados.
Para isso acontecer, basta que, na quarta, Suécia e Irlanda não vençam Bélgica e Itália, respectivamente. No Grupo F, que tem Hungria, Islândia, Portugal e Áustria, isso é mais improvável de acontecer.
A vitória da Turquia também classificou a Irlanda do Norte às oitavas de final, uma vez que o time norte irlandês não pode ser ultrapassado como quarto melhor terceiro colocado. Somou três pontos no Grupo C, mas com saldo de gols zerado.
O JOGO - Ainda sem vencer na competição, República Checa e Turquia precisavam dos três pontos para ainda sonharem com uma vaga na próxima fase. Os checos até começaram a partida pressionando o rival no campo de defesa, numa blitz para tentar sair na frente no placar.
Mas a Turquia, quando conseguiu furar esse bloqueio, chegou na cara do gol e fez 1 a 0. Arda Turan levou a bola pelo meio e tocou para o jovem Emre Mor, de apenas 18 anos, que cruzou rasteiro. Yilmaz não vacilou e colocou o time turco na frente.
A República Checa sentiu o baque, principalmente porque, com três atacantes, sentia a falta de um homem que desse o último passe. A Turquia tinha mais volume de jogo e quase fez o segundo com Sivok, que acertou a trave em cabeceio.
Exceto um chute de Plasil de fora da área, defendido por Babacan, a República Checa quase não ameaçou no primeiro tempo. Na segunda etapa, o técnico Pavel Vrba trocou um meio-campista por um terceiro atacante, foi para o "tudo ou nada", e levou mais um. O jovem zagueiro Tufan, de só 21 anos, aproveitou sobra na área e fez.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia