Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 17 de junho de 2016. Atualizado às 18h44.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Eurocopa

17/06/2016 - 18h44min. Alterada em 17/06 às 18h44min

Espanha vence fácil a Turquia e já se garante nas oitavas de final da Eurocopa

Nolito (E) contribuiu com um gol uma assistência na vitória espanhola

Nolito (E) contribuiu com um gol uma assistência na vitória espanhola


BULENT KILIC/AFP/JC
Atual bicampeã da Eurocopa, a seleção da Espanha deu uma demonstração de força nesta sexta-feira e se classificou antecipadamente às oitavas de final do torneio, que está sendo realizado na França, ao superar com facilidade a Turquia por 3 a 0, em Nice, pela segunda rodada do Grupo D.
Questionada pela sua baixa produção ofensiva na estreia na Eurocopa, quando não conseguiu transformar o seu controle da posse de bola, em muitas oportunidades, a Espanha deu uma resposta nesta sexta ao ser a primeira seleção a marcar três vezes nesta edição da Eurocopa, mostrando que tem forças para lutar pelo terceiro título continental consecutivo. Além disso, com o bom rendimento da defesa, completou o sétimo jogo seguido na Eurocopa sem ser vazado.
Os grandes destaques foram os atacantes Morata, autor de dois gols, e Nolito, que marcou outro e deu uma assistência, além de Iniesta, maestro da seleção espanhola, sempre marcada pelo tiki-taka, com intensa troca de passes, mas que nesta sexta-feira, também exibiu intensidade para definir a vitória.
Com esse resultado, a Espanha chegou aos seis pontos, em primeiro lugar na chave, seguida pela Croácia, que soma quatro. A República Checa está com um, enquanto a Turquia ainda não pontuou, tendo chances meramente remotas de avançar de fase na Eurocopa.
Na rodada final da chave, na próxima terça-feira, a Espanha vai encarar a Croácia em Bordeaux. No mesmo dia, as seleções da República Checa e da Turquia vão duelar em Lens.
A seleção da Espanha entrou em campo com a mesma formação da vitória magra, por 1 a 0, sobre a República Checa na sua estreia na Eurocopa. Havia a expectativa de que o técnico Vicente del Bosque alterasse o ataque, após a atuação apagada de Alvaro Morata e Nolito, mas, mantidos no time, eles deram uma resposta positiva ao treinador.
Já a Turquia, batida pela Croácia na estreia, entrou em campo com uma mudança no ataque, com Cenk Tosun perdendo a vaga para Burak Yilmaz. Além disso, manteve a aposta no capitão Arda Turan. O jogador do Barcelona, porém, pouco brilhou, assim como seus companheiros, que pouco deram trabalho a De Gea.
A Espanha teve sempre a iniciativa de jogo no duelo desta sexta-feira em Nice. E depois de desperdiçar algumas chances, abriu boa vantagem no primeiro tempo, se aproveitando de vacilos do sistema defensivo da seleção da Turquia.
Em um período de três minutos, entre os 34 e os 37 do primeiro tempo, a Espanha marcou dois gols, com Morata e Nolito, de praticamente encaminhou a sua vitória. Morata foi quem marcou primeiro, de cabeça, após cruzamento de Nolito, colocando a bola no canto superior esquerdo, sem chance de defesa para Volkan Babacan.
Logo depois, aos 37, Fàbregas deu passe pelo alto, Toal cortou mal e a bola sobrou para Nolito. Mesmo caindo, ele não teve muitas dificuldades para finalizar às redes, levando a sua equipe ao intervalo com uma boa vantagem.
Para ficar em situação ainda mais confortável, a Espanha chegou ao terceiro gol logo no início do segundo tempo. Aos três minutos, Iniesta deu passe em profundidade para Jordi Alba, que estava em posição duvidosa - a arbitragem, porém, não marcou impedimento. O lateral-esquerdo, então, rolou para Morata, que só precisou empurrar a bola para as redes, marcando o seu segundo gol na partida.
Mesmo com a vantagem confortável, a Espanha permaneceu com o controle da partida e teve boas oportunidades para marcar. Na principal delas, aos 22 minutos, um chute de fora da área de Bruno Soriano passou muito perto da meta turca.
Nos minutos finais, com a diminuição do ritmo pela seleção espanhola, a Turquia chegou a ficar perto de marcar o seu primeiro gol na Eurocopa. Mas, em um mesmo lance, Sahan falhou duas vezes. Assim, a partida terminou mesmo com a vitória por 3 a 0 da Espanha.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia