Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de junho de 2016. Atualizado às 22h36.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

16/06/2016 - 22h10min. Alterada em 16/06 às 22h36min

Na primeira partida sem Tite, Corinthians perde para o Fluminense em Brasília

O Corinthians perdeu o seu primeiro jogo depois que técnico Tite acertou com a seleção brasileira. Sob o comando do interino Fábio Carille, o time do Parque São Jorge foi derrotado pelo Fluminense por 1 a 0, nesta quinta-feira, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela oitava posição.
O resultado foi péssimo porque, além de cair na rodada para a quinta posição, o Corinthians viu uma série de rivais atingirem a mesma pontuação (13) neste meio de semana - entre eles Santos, São Paulo, Flamengo e o próprio Fluminense. Além disso, o time perdeu dois jogadores contundidos: Elias e Walter. Eles podem desfalcar a equipe neste domingo contra o Botafogo, no estádio Itaquerão, em São Paulo. O zagueiro Yago foi expulso e cumprirá suspensão.
A diretoria corintiana espera confirmar o nome do novo treinador nesta sexta-feira. Sylvinho e Oswaldo de Oliveira estão cotados para assumir o lugar de Tite. Roger Machado, do Grêmio, recusou proposta feita pelo Corinthians nesta quinta.
O Corinthians entrou em campo com o time e a formação treinados por Tite em seu último treino. Apostou na boa troca de passes, na passagem dos laterais e na velocidade. Guilherme se adaptou bem à função de armador, atuando no meio, centralizado. Mas um problema persegue esse time (com ou sem Tite no banco de reservas): a falta de um centroavante ou, ao menos, um jogador que finalize com mais eficiência.
Houve ao menos duas chances para abrir o placar no primeiro tempo. As duas com Marquinhos Gabriel cara a cara com Diego Cavalieri. Os chutes fracos facilitaram o trabalho do goleiro do Fluminense.
Dois jogadores do Corinthians se machucaram no primeiro tempo. Elias, que retornou da seleção brasileira, levou a pior em uma dividida com o zagueiro Gum e deu lugar a Rodriguinho. Walter sentiu a virilha e não voltou para o segundo tempo, dando chance a Cássio. Marcos Junior, por precaução, também foi substituído no intervalo depois de machucar a cabeça em um choque com outro jogador do Fluminense, Richarlison.
No segundo tempo, o Corinthians repetiu seus erros, não conseguiu abrir o placar e viu o Fluminense sair na frente, aos 17 minutos, após lance infantil de Yago. O zagueiro puxou a camisa de Richarlison e o árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro marcou pênalti. Cássio foi bem na bola, defendeu a cobrança, mas no rebote o próprio Cícero se recuperou e fez o gol do Fluminense.
O Corinthians foi em busca do empate, pressionou nos minutos finais, sem sucesso - até Cássio foi ao ataque para tentar o gol -, e passou a deixar muito espaço para o contra-ataque.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia