Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de junho de 2016. Atualizado às 21h41.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

15/06/2016 - 21h38min. Alterada em 15/06 às 21h41min

Em jogo de seis gols, Chapecoense e Grêmio empatam na Arena Condá

Giuliano comemora um dos tentos gremistas contra os catarinenses

Giuliano comemora um dos tentos gremistas contra os catarinenses


Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Divulgação/JC
Em partida de seis gols, Chapecoense e Grêmio empataram na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela oitava rodada do Brasileirão. Os gols do time da casa foram marcados por Thiego, duas vezes, e Bruno Rangel. O time gaúcho foi às redes com Geromel, Jailson e Giuliano. Com o empate, o Grêmio chegou a 15 pontos, permanecendo temporariamente na terceira posição. Já a Chapecoense é a oitava colocada, com 11.
O primeiro tempo já valeu o ingresso para quem foi à Arena Condá. Foram dois gols para cada lado. Se o Grêmio chegou mais, com 10 finalizações, a Chapecoense foi mais efetiva, marcando dois gols nas quatro chances que teve.
O primeiro saiu em cobrança de escanteio dos visitantes, logo aos 2 minutos. Douglas pegou de primeira e a bola foi na direção de Pedro Geromel, que arrematou de cabeça. A Chapecoense não se intimidou e empatou aos 17 minutos, com Thiego colocando de cabeça a cobrança de escanteio de Hyoran.
Oito minutos depois e Silvinho, da Chapecoense, foi derrubado na área, após boa jogada pela esquerda. Pênalti que Bruno Rangel cobrou e fez, para se isolar na artilharia do Brasileiro com sete gols. O gol de empate gremista saiu aos 41 minutos, quando o jovem Jailson recebeu passe de Douglas e entrou como uma flecha na zaga catarinense para fazer o seu.
No retorno para o segundo tempo, o Grêmio mostrou mais vontade para sair com a vitória. Edílson levou perigo em duas oportunidades, acertando a trave de Danilo em cobrança de falta. Jailson e Negueba também tiveram chances. Mas mais uma vez a Chapecoense foi eficiente e precisou de um escanteio, aos 35 minutos, pra fazer o terceiro, com Thiego novamente.
Era o final perfeito para a torcida alviverde, mas a alegria durou pouco. Aos 37, Giuliano completou de cabeça o cruzamento do estreante Negueba e selou o empate.
No próximo final de semana, a Chapecoense vai a Salvador (BA) enfrentar o Vitória, no Barradão. Partida das 11h. O Grêmio fecha a rodada, às 19h de domingo, jogando em casa contra o Cruzeiro.
Chapecoense 3 x 3 Grêmio
Danilo; Gimenez, Marcelo, Thiego, Lucas Mineiro (Sérgio Maoel); Josimar, Cleber Santana, Hyoran (Arthur Maia); Lucas Gomes, Silvinho, Bruno Rangel (Moisés). Técnico: Guto Ferreira.
Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Wallace Reis, Marcelo Hermes; Walace, Jailson (Bobô), Douglas, Giuliano (Kaio); Luan, Everton (Negueba). Técnico: Roger Machado.
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia