Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de junho de 2016. Atualizado às 18h10.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

seleção brasileira

13/06/2016 - 18h10min. Alterada em 13/06 às 18h10min

'Não pensei sobre demissão de Dunga', diz Gilmar Rinaldi

Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF, afirmou que não pensou em demitir o técnico Dunga após a eliminação da seleção brasileira na fase de grupos da Copa América Centenário, nos Estados Unidos, após a derrota por 1 a 0 para o Peru, no último domingo à noite.
Rinaldi vai apresentar um relatório sobre a campanha da equipe para o presidente Marco Polo Del Nero em reunião nesta terça-feira na sede da CBF, no Rio de Janeiro. "O Dunga está definido como treinador da seleção olímpica há dois anos. Não pensei sobre esse assunto (demissão). Minha única preocupação é a lista de 35 nomes", diz o coordenador, referindo-se aos nomes dos jogadores que serão apresentados ao COI para a disputa dos Jogos do Rio.
"Temos certeza de que o trabalho está sendo bem feito. Não alcançamos o resultado esperado. Não vou procurar desculpas. Vou apresentar um relatório não só sobre a última partida, mas sobre toda a competição", disse Rinaldi.
O dirigente afirma que não recebeu nenhum indício de que a comissão técnica poderá ser desfeita. "Não conversamos sobre a campanha na Copa América. Não falamos nada sobre o jogo", assegurou o coordenador de seleções da CBF.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia