Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 12 de junho de 2016. Atualizado às 15h36.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Série B

11/06/2016 - 19h24min. Alterada em 12/06 às 15h36min

Brasil de Pelotas se despede de sua casa com vitória sobre Tupi no minuto final

Felipe Garcia marcou o gol da vitória, aos 45 minutos do segundo tempo. Artilheiro anotou o quinto gol na Série B

Felipe Garcia marcou o gol da vitória, aos 45 minutos do segundo tempo. Artilheiro anotou o quinto gol na Série B


Carlos Insaurriaga/Brasil de Pelotas/Divulgação/JC
Na "despedida" prematura do estádio Bento de Freitas, o Brasil de Pelotas conseguiu arrancar uma vitória suada do Tupi por 1 a 0 nesta oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O único gol do jogo foi marcado por Felipe Garcia, aos 45 minutos do segundo tempo. O time gaúcho volta a vencer após três jogos e continua na briga pelo G4, agora com 14 pontos e a dois do Náutico, atual quarto colocado. Mas não poderá mais atuar em casa, que não tem os dez mil lugares exigidos pelo regulamento. A partir de agora, deve mandar seus jogos na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.
Na estreia do técnico Estevam Soares no comando do clube mineiro o elenco mostrou um futebol mais compacto e com responsabilidade tática, mas sofreu com as bolas alçadas na área. Mas, com a vitória do Sampaio Corrêa na sexta-feira em cima do Criciúma, por 1 a 0, o Tupi caiu para a lanterna, com apenas três pontos - enquanto os maranhenses chegaram a quatro. Esta foi a quinta derrota consecutiva do time de Juiz de Fora (MG).
Precisando da vitória diante do seu torcedor, o Brasil começou o jogo pressionando o adversário dentro de Pelotas. Apesar de ter entrado em campo com uma formação mais defensiva e priorizando a marcação, o Tupi sofria para encontrar espaços e contra atacar o adversário que cresceu nos primeiros 20 minutos e só não balançou as redes porque pecou nas finalizações.
Na primeira oportunidade aos nove minutos de bola rolando, o meia Diogo Oliveira ganhou da marcação, chegou na linha de fundo e cruzou para dentro da grande área, mas não encontrou ninguém e ficou lamentando fora do gramado. Mais tarde, aos 15, foi a vez de Weldinho abrir espaço e arriscar um chute de longe, mas ela passou longe do gol de Rafael Santos.
Durante os minutos finais da etapa inicial, o jogo se concentrou no meio campo, com os dois times brigando pela possa da bola. Com o apito final do árbitro, o discurso dos jogadores foi unânime: "É um jogo de marcação". Mas, assim que a bola rolou nos 45 minutos finais, o que se viu foi um Brasil mais solto e determinado a balançar as redes.
Após muitas tentativas, cartões amarelos e faltas, o time da casa finalmente conseguiu abrir o placar. Já aos 45 minutos, em uma cobrança de falta pelo lado esquerdo do ataque, Marlon levantou a bola no segundo pau e Felipe Garcia entrou em velocidade na grande área para ganhar da marcação e testar firme para o fundo das redes de Rafael Santos.
A nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B está toda marcada para a próxima terça-feira. Desta vez em casa, o Tupi recebe o Luverdense no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), às 19h15. Mais tarde, às 21h30, o Brasil viaja para enfrentar o Ceará na Arena Castelão, em Fortaleza (CE).
Brasil de Pelotas 1 x 0 Tupi
Eduardo Martini, Weldinho (Galiardo), Leandro Camilo, Teco, Leandro Leite, Washington, Felipe Garcia, Diogo Oliveira (Clébson), Marcos Paraná (Nathan) e Ramon. Técnico: Rogério Zimmermann.
  Rafael Silva, Henrique, Heitor, Helder, Bruno Costa, Recife, Jataí, Marcos Serrato (Filipe Alves), Vinicius Kiss, Thiago Silvy (Jonathan) e Giancarlo (Ygor). Técnico:  Estevam Soares.
Árbitro:  José Ricardo Vasconcellos Laranjeira (AL)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia