Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 11 de junho de 2016. Atualizado às 17h16.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

basquete

Alterada em 11/06 às 17h16min

Com show de Marcelinho, Flamengo bate Bauru e conquista pentacampeonato do NBB

Um dia após ficar de fora da convocação para a seleção brasileira, o veterano Marcelinho deu show e conduziu a vitória do Flamengo sobre o Bauru por 100 a 66, neste sábado, na Arena Carioca 2, no Rio, garantindo o pentacampeonato rubro-negro no Novo Basquete Brasil (NBB) com 3 a 2 na série final melhor de cinco jogos.
A vantagem da partida derradeira não refletiu o equilíbrio da série que teve duas vitórias rubro-negras (83 a 77 e 89 a 84) e duas derrotas (85 a 80 e 94 a 81). Assim, o Flamengo colocou mais um troféu do NBB em sua galeria, ao lado dos títulos de 2009, 2013, 2014 e 2015, e abriu a diferença em relação ao tricampeão Brasília.
Marcelinho Machado, ala/armador de 41 anos, ficou de fora da pré-lista de convocados para os Jogos Olímpicos, como esperado. Mas, neste sábado, ele foi responsável por 26 pontos, dez rebotes e seis assistências. Destes rebotes, nove foram defensivos.
O Flamengo fez valer sua superioridade durante toda a partida. O primeiro quarto teve como grande destaque Olivinha, com dez pontos, e terminou com vitória de 21 a 17. No período seguinte, Marcelinho acordou e fez oito pontos, fechando o marcador em 39 a 32.
Mesmo com o intervalo para arrumar as coisas, o Bauru voltou à quadra irreconhecível e levou um baile de Marcelinho no terceiro quarto, que marcou 11 pontos e elevou a o placar para 71 a 49. Com a vitória praticamente assegurada, o Flamengo não diminuiu o ritmo, marcou 29 pontos no último período e assegurou o penta.
Outro nome de destaque foi o pivô JP Batista, que saiu da reserva para marcar 20 pontos e apanhar seis rebotes, sendo que o bom desempenho ofensivo do time flamenguista propiciou duas marcas expressivas. Essa diferença de 34 pontos é a maior da história das finais do NBB. O recorde anterior era de 22 pontos, registrado pelo mesmo Flamengo sobre o Bauru no jogo 1 da decisão do ano passado, quando os cariocas venceram por 91 a 69. Para completar, esse foi o maior número de pontos marcados por um time em uma finalíssima do NBB, depois que também o time rubro-negro fez 99 pontos contra o Brasília na decisão da temporada 2008/2009.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia