Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de junho de 2016. Atualizado às 22h30.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

Notícia da edição impressa de 28/06/2016. Alterada em 27/06 às 22h30min

Ipea vê indícios de recuperação econômica

Estudo diz que indústrias voltadas ao exterior estão reagindo primeiro

Estudo diz que indústrias voltadas ao exterior estão reagindo primeiro


RODRIGO LEAL/APPA/DIVULGAÇÃO/JC
O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou um estudo referente à situação econômica do País. O documento, no qual já aparece o nome do novo presidente do instituto, Ernesto Lozardo, sinaliza que a recuperação da economia brasileira estaria mais próxima. Os "primeiros sinais deste possível início de recuperação cíclica", de acordo com o Ipea, se concentram, a princípio, na indústria, sobretudo nas empresas com atuação no mercado externo.
"Não obstante o quadro geral relativo à atividade econômica continuar sendo caracterizado pelo ciclo recessivo iniciado no segundo trimestre de 2014, já há indícios de que o início da recuperação pode estar mais próximo", aponta a Carta de Conjuntura referente ao mês de julho, publicada nesta segunda-feira. "Se, por um lado, o elevado grau de disseminação e intensidade da queda da atividade econômica lhe confere um caráter resiliente, por outro, o desempenho recente de alguns indicadores sugere que a crise começa a perder fôlego", complementa o material.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia