Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de junho de 2016. Atualizado às 08h07.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

27/06/2016 - 08h07min. Alterada em 27/06 às 08h07min

Bolsa de Tóquio sobe mais de 2% e apaga parte da forte perda causada pelo Brexit

A Bolsa de Tóquio fechou em alta expressiva nesta segunda-feira (27), apagando parte do tombo que sofreu no pregão anterior, quando foi golpeada pela inesperada decisão do Reino Unido de votar por sua saída da União Europeia.
O Nikkei, índice que reúne as ações mais negociadas na capital do Japão, subiu 2,39% hoje, a 15.309,21 pontos, depois de despencar 7,92% na sexta-feira, em reação ao chamado "Brexit".
Os ganhos em Tóquio foram liderados por empresas que dependem mais da demanda doméstica, mas as incertezas sobre o ambiente de negócios na Europa continuaram limitando a valorização de setores de exportação.
Cresceram também as expectativas de que o governo japonês amplie estímulos fiscais para sustentar a economia doméstica.
Os destaques de alta na bolsa japonesa incluíram o grupo farmacêutico Astellas Pharma (+6,6%), o fabricante de alimentos Ajinomoto (+6,4%) e a construtora Sekisui House (+2,9%).
Por outro lado, as corretoras japonesas continuaram pressionadas, diante das fortes perdas e do fraco volume de negócios dos últimos dias em Tóquio. A Nomura Holdings caiu 6,3%, enquanto a Daiwa Securities recuou 5,4%. A Nomura também tem forte exposição à Europa, com 12% de seus funcionários operando na região, ante 8,7% nos EUA.Bolsa de Tóquio sobe mais de 2% e apaga parte da forte perda causada pelo Brexit
A Bolsa de Tóquio fechou em alta expressiva nesta segunda-feira, apagando parte do tombo que sofreu no pregão anterior, quando foi golpeada pela inesperada decisão do Reino Unido de votar por sua saída da União Europeia.
O Nikkei, índice que reúne as ações mais negociadas na capital do Japão, subiu 2,39% hoje, a 15.309,21 pontos, depois de despencar 7,92% na sexta-feira, em reação ao chamado "Brexit".
Os ganhos em Tóquio foram liderados por empresas que dependem mais da demanda doméstica, mas as incertezas sobre o ambiente de negócios na Europa continuaram limitando a valorização de setores de exportação.
Cresceram também as expectativas de que o governo japonês amplie estímulos fiscais para sustentar a economia doméstica.
Os destaques de alta na bolsa japonesa incluíram o grupo farmacêutico Astellas Pharma (+6,6%), o fabricante de alimentos Ajinomoto (+6,4%) e a construtora Sekisui House (+2,9%).
Por outro lado, as corretoras japonesas continuaram pressionadas, diante das fortes perdas e do fraco volume de negócios dos últimos dias em Tóquio. A Nomura Holdings caiu 6,3%, enquanto a Daiwa Securities recuou 5,4%. A Nomura também tem forte exposição à Europa, com 12% de seus funcionários operando na região, ante 8,7% nos EUA.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia