Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de junho de 2016. Atualizado às 10h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

24/06/2016 - 10h18min. Alterada em 24/06 às 10h18min

Dólar sobe ante real, refletindo aversão com Brexit

O dólar abriu em forte alta ante o real na manhã desta sexta-feira, 24, refletindo a aversão ao risco no exterior após o Reino Unido decidir em plebiscito sair da União Europeia, no que se tornou conhecido como "Brexit". O dólar à vista subiu mais de 3% e o dólar para julho entrou em leilão na abertura. Após esta alta mais forte, no entanto, o dólar já tinha saído das máximas.
Por volta das 9h30min, o dólar à vista subia 2,44%, a R$ 3,4234 e o dólar para julho estava cotado a R$ 3,4300 em alta de 2,54%.
Enquanto isso, o mundo se movimenta após a decisão. O BC da Irlanda disse que medidas estão prontas para garantir estabilidade financeira após Brexit.
O ministro de Finanças do Japão, Taro Aso, voltou a afirmar nesta sexta que tomará "ações firmes, se necessário", para conter a valorização do iene, reiterando sua disposição de intervir diretamente no mercado de câmbio.
No horário acima, o dólar caía a 102,48 ienes, de 105,87 ienes no fim da tarde de quinta-feira.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia