Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de junho de 2016. Atualizado às 22h34.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura internacional

Notícia da edição impressa de 21/06/2016. Alterada em 20/06 às 20h06min

Rússia continua a se contrair com consumo e investimentos fracos

A economia da Rússia continuou a contrair em maio, assim como a demanda dos consumidores e a atividade de investimento, os principais condutores da economia da Rússia, que se deterioraram ainda mais, de acordo com dados divulgados pelo Serviço de Estatística Federal. Após um crescimento de 7% ao ano, em média, no início dos anos 2000, o Produto Interno Bruto (PIB) da Rússia encolheu 3,7% em 2015 e continuou a se contrair por causa dos baixos preços do petróleo e das sanções ocidentais.
A recuperação econômica em termos anuais está prevista para começar em breve, mas o consenso é que uma diminuição da demanda e a queda dos investimentos de capital estão pesando. O Serviço de Estatística Federal disse que o investimento de capital caiu 4,8% em maio na comparação anual, no mesmo ritmo que em abril.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia