Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 17 de junho de 2016. Atualizado às 08h44.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

17/06/2016 - 08h45min.

Petróleo sobe com dólar fraco e riscos menores de uma saída do Reino Unido da UE

Os preços do petróleo se recuperam nesta sexta-feira (17), quebrando uma série de derrotas em seis dias, diante do enfraquecimento do dólar e mercados esperançosos com a possibilidade de um adiamento no plebiscito no Reino Unido para decidir se o país permanece ou deixa a União Europeia em uma votação que está marcada para acontecer no dia 23 de junho.

Às 8h22min (de Brasília), o petróleo WTI para julho avançava 1,69%, a US$ 46,99 o barril, na New York Mercantile Exhange (Nymex), e o Brent para agosto subia 2,25%, a US$ 48,25 o barril, na ICE, em Londres.

Os ativos de risco em todo o mundo têm um dia de recuperação após as campanhas oficiais no Reino Unido terem sido suspensas temporariamente após a morte da parlamentar britânica Jo Cox, que morreu depois de levar um tiro. A suspensão disseminou especulações de que a votação poderia ser adiada ou que a tragédia poderia causar uma comoção generalizada e levar a uma permanência do país no bloco europeu, algo que a deputada era a favor.

Segundo testemunhas, aparentemente o atirador gritou "Britain first" antes dos tiros. Britain first (Bretanha primeiro, em português) é um grupo político de extrema direita com discurso radical contra imigrantes e favorável ao "Brexit". A informação não foi confirmada pela polícia, mas as autoridades disseram que convocarão as testemunhas para investigar a afirmação. O suspeito, um homem de 52 anos, foi identificado como Thomas Mair e foi detido pela política.

Analistas dizem que, embora uma saída britânica do bloco, apelidada de "Brexit", não tenha um efeito direto sobre o petróleo, o mercado poderia ser afetado. A turbulência que se seguiu no caso de um Brexit pode piorar o sentimento por ativos mais arriscados, como as commodities. O petróleo também poderia ser afetado por causa de uma alta do dólar, que os analistas apontam para um aumento caso a saída se concretize.

Ainda assim, as perspectivas de curto prazo para o mercado de petróleo permanecem obscuras em meio a interrupções no fornecimento, o principal motivo que impulsionou recente rali dos preços.

Segue no radar dos investidores também, dados da Baker Hughes sobre o número de poços e plataformas nos EUA, que será divulgado hoje por volta das 14h (de Brasília). O dado tem mexido com o petróleo ultimamente, uma vez que tem mostrado aumento neste número, um sinal de que as empresas possam estar voltando a investir depois que os preços da commodity aumentaram, pesando sobre a oferta.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia