Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de junho de 2016. Atualizado às 16h02.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

14/06/2016 - 16h02min. Alterada em 14/06 às 16h02min

Clima de aversão ao risco faz ouro fechar em alta pelo quinto dia seguido

Os contratos futuros de ouro fecharam em alta pela quinta sessão consecutiva nesta terça-feira, 14, beneficiado pela contínua busca por ativos seguros em meio à queda das bolsas e das commodities.
Após passar boa parte do dia em queda, o contrato para agosto fechou em alta de 0,09%, a US$ 1.288,10 por onça-troy, na New York Mercantile Exchange (Nymex).
Reuniões de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Banco do Japão (BoJ) e da Inglaterra (BoE) nos próximos dias deixaram investidores cautelosos. Além disso, há também o desconforto com a proximidade do plebiscito sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, que acontece na semana que vem.
"Nós focamos na votação e seu impacto sobre o mercado, mas não contabilizamos o potencial devastador do efeito cascata", disse Julian Phillips, fundador da GoldForecaster.com. Entre essas reações colaterais, estão a fonte saída de capitais da Grã Bretanha e seu efeito sobre o euro e o impacto sobre o crescimento global. "Este cenário é positivo para o outro", acrescentou. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia