Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de junho de 2016. Atualizado às 21h32.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

13/06/2016 - 21h32min. Alterada em 13/06 às 21h32min

Dólar recua ante moedas rivais em dia de cautela no mercado

O dólar caiu em relação ao euro e ao iene nesta segunda-feira (13), em dia marcado por apreensão em relação à possibilidade de o Reino Unido deixar a União Europeia (movimento apelidado de Brexit). A aversão ao risco também se deu por causa da expectativa sobre a reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) e do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês). Ante as principais moedas emergentes ligadas a commodities, no entanto, a divisa norte-americana avançou.
No fim da tarde em Nova Iorque, o euro avançava a US$ 1,1293, de US$ 1,1253 na sexta-feira, enquanto o dólar caía para 106,23 ienes, de 106,82 ienes.
Entre as moedas de países emergentes, o dólar subiu para 65,765 rublos, de 65,296 ontem.
Uma pesquisa divulgada na última sexta-feira mostrou que 53% dos britânicos apoia a saída do Reino Unido da União Europeia, ante 47% que preferem a permanência. Com isso, o mercado reage com cautela desde a semana passada.
Há também a preocupação em torno da possibilidade de um aumento da taxa de juros norte-americana por parte do Fed, que divulgará o resultado da reunião de política monetária na quarta-feira. Já o BoJ revelará a sua na quinta-feira.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia