Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de junho de 2016. Atualizado às 16h08.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Tecnologia

13/06/2016 - 16h08min. Alterada em 13/06 às 16h08min

Movile investe R$ 13 milhões na startup de ingressos Sympla

A Movile, multinacional brasileira do setor de mobile commerce, anunciou o investimento de R$ 13 milhões na startup mineira de ingressos Sympla. O investimento tem como objetivo impulsionar o segmento de eventos "Do it yourself", que no Brasil é liderado pela Sympla, permitindo que qualquer usuário crie, personalize e faça a gestão de suas festas, shows, conferências, palestras, cursos, entre outras opções. Além disso a startup promete investir fortemente em inovação, apresentando ao mercado produtos diferenciados e novas formas de interação e experiência em eventos.
Desde seu lançamento, em 2012, a Sympla vendeu mais de 4 milhões de ingressos, para mais de 50 mil eventos, realizados em cerca de 2 mil cidades brasileiras; e atualmente registra mais de 3,5 mil eventos simultâneos.
"Sabemos que a expertise da Movile nos ajudará a aumentar o potencial de liderança no setor de tickets, e em aprimorar a experiência mobile dos usuários para encontrar os melhores eventos. A expectativa é de continuar crescendo forte, ultrapassando R$ 100 milhões transacionados online em 2016. No ano passado, superamos a meta de R$ 40 milhões", conta Rodrigo Cartacho.
Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Empresas e Eventos (Abeoc), em 2014 a indústria de eventos do País movimentava, por ano, mais de R$ 209 bilhões e atendia mais de 200 milhões participantes, alta de 460% em relação a 2011.
O fundador e CEO da Movile, Fabricio Bloisi acredita que ainda há muito a ser explorado no mercado de tickets, não só no Brasil, mas em todo o mundo. "No futuro, as pessoas irão comprar todo tipo de ingresso por meio de seus celulares", prevê.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia