Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 07 de junho de 2016. Atualizado às 17h44.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

07/06/2016 - 17h44min. Alterada em 07/06 às 17h44min

Ouro recua após investidores verem chance de alta de juro nos EUA em julho

Os contratos futuros de ouro fecharam em queda na sessão desta terça-feira, após investidores considerarem a possibilidade de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) possa elevar seus taxas de juros em julho.
O contrato mais negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), para agosto, caiu 0,03%, para US$ 1.247,00 por onça-troy.
Apesar da presidente do Fed, Janet Yellen, ter dado a entender que uma elevação dos juros na reunião de junho seja improvável, ela deixou aberta a possibilidade de um aperto monetário em julho. Juros mais altos pressionam o ouro, que, por não pagar rendimentos aos seus investidores, torna-se menos atrativo frente a outros ativos, como os Treasuries (títulos dos EUA).
"Agora que os investidores pararam para pensar, junho nunca foi uma data viável para elevar os juros, mas julho está aí", disse Frank McGhee, da Alliance Financial.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia