Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 06 de junho de 2016. Atualizado às 16h55.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Fiscalização

06/06/2016 - 16h55min. Alterada em 06/06 às 16h55min

Ministério abre consulta pública para alterações em bebidas de baixa caloria

O Ministério da Agricultura divulgou nesta segunda-feira, 6, a abertura de consulta pública para regulamentar a identidade e qualidade de bebidas dietéticas e de baixa caloria (refrigerantes, refrescos, chás prontos para consumo). Embora a instrução normativa número 30, de 1999, já tenha definido os padrões, o novo texto pretende fazer uma revisão das regras. De acordo com a Pasta, até hoje, por exemplo, só é autorizada a fabricação de refrigerante com adoçante ou com açúcar.
 
"A nova proposta permite a mistura dos dois componentes na mesma bebida", explicou o chefe da Coordenação-Geral de Vinhos e Bebidas do Ministério, Helder Borges. Essa mistura já é utilizada nos Estados Unidos e em países da Europa, segundo a Pasta. A revisão das normas é uma demanda do setor de bebidas de baixa caloria, que pretende fabricar produtos com menos açúcar e, ao mesmo tempo, com menos sabor de adoçante artificial.
 
O projeto de instrução normativa está aberto a consultas no site do Ministério (www.agricultura.gov.br). A consulta foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) do último 3 de junho e está aberta pelo prazo de 60 dias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia