Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de dezembro de 2016. Atualizado às 15h39.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

Notícia da edição impressa de 02/06/2016. Alterada em 27/12 às 16h41min

Economia encolhe 0,3% de janeiro a março

 caderno da industria 2016 soja credito Vanessa Almeida de Moraes  Emater RS Ascar divulgacao JC

caderno da industria 2016 soja credito Vanessa Almeida de Moraes Emater RS Ascar divulgacao JC


VANESSA ALMEIDA DE MORAES/ EMATER-RS/ASCAR/DIVULGAÇÃO/JC
A economia brasileira encolheu 0,3% no primeiro trimestre na comparação com os três últimos meses do ano passado. Este é o quinto resultado trimestral negativo seguido, mas melhor do que o recuo de 0,8% esperado pelo mercado financeiro. Em relação a igual período do ano anterior, a queda foi bem mais intensa, de 5,4% - oitavo tombo consecutivo nesta comparação. Já o resultado acumulado em 12 meses registrou variação negativa de 4,7%. Este é o pior resultado acumulado em quatro trimestres desde o início da série histórica do IBGE, em 1996. Em valores correntes, o PIB ficou em R$ 1,47 trilhão nos primeiros três meses.
O resultado frente ao trimestre anterior veio melhor do que as expectativas dos analistas. As projeções do mercado financeiro eram de retração de 0,8% do Produto Interno Bruto (PIB). Rebeca Palis, coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, explicou que a manutenção das condições da conjuntura econômica justifica, em parte, a queda de 0,3% do PIB.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia