Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de junho de 2016. Atualizado às 23h50.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Patrícia Knebel

Mercado Digital

Notícia da edição impressa de 30/06/2016. Alterada em 29/06 às 20h25min

Mercearia virtual

Guilherme Daroit, interino
Os porto-alegrenses têm uma nova opção para as suas compras. Tendência pelo mundo, a Capital ganhou também, em junho, uma espécie de mercearia virtual, a Entregue em Casa. A plataforma oferece produtos de 16 estabelecimentos porto-alegrenses, que são entregues de uma única vez aos compradores. "Nunca gostei muito de fazer compras no supermercado, então, se servia para mim, poderia interessar a outras pessoas", brinca o criador do site, Rafael Zatti. Ele conta que a ideia, mesmo mais antiga, ganhou força a partir da criação da loja virtual do Mercado Público, também administrada por ele. O processo é simples: o usuário escolhe os produtos, independentemente das lojas, e as entregas são feitas em até duas horas ou por agendamento. As entregas acontecem apenas na Capital, de segunda a sexta-feira, e os pagamentos se dão on-line. A startup se remunera com porcentagem das vendas junto aos estabelecimentos.
30 anos do Seprorgs
Representante de mais de 9 mil empresas de informática gaúchas, o Seprorgs completa 30 anos em meio a um momento não mais tão favorável ao setor. De índices de crescimento de 15% a 20% anuais nos últimos tempos, a expectativa para 2016 é de 3% a 4% por conta da redução nos investimentos de seus clientes. "Estamos tentando mostrar que já é comprovado que quem investe em TI tem retorno a curto prazo", argumenta o presidente da entidade, Diogo Rossato. Uma das novidades recentes é a criação de uma diretoria de startups para fomentar a nova categoria. O aniversário será comemorado hoje, em festa na Casa NTX.
CSBC em Porto Alegre
Principal evento da Sociedade Brasileira de Computação, o CSBC acontece na próxima semana, de segunda (4/7) a quinta-feira (7/7), em Porto Alegre, na Pucrs, para 1,4 mil pessoas. Segundo o coordenador, Avelino Zorzo, os 22 eventos que integram o congresso terão como linha central a computação e a interdisciplinaridade. "É um evento que tem a computação como foco, mas abrange todos os setores da sociedade", afirma Zorzo. Educação básica, medicina e a participação das mulheres na TI serão temas debatidos.
IoT para quem?
Outro fórum que acontece na Capital nos próximos dias, a partir de 13/7, é o 17º FISL. Neste ano, o congresso debaterá a Internet das Coisas. A discussão principal envolve os benefícios da nova onda: será voltada apenas ao lado comercial ou poderá ajudar na inclusão digital? Para atingir o fim mais nobre, a comunidade do software livre defende que são necessários códigos abertos e colaboração entre os desenvolvedores. Mesmo com menos recursos financeiros pela redução nos patrocínios, o evento espera atrair, pelo menos, 3 mil pessoas.
Doações eleitorais
O fim do financiamento empresarial deve mudar o quadro das campanhas eleitorais neste ano e abre espaço até para soluções tecnológicas. A Guest, de São Paulo, aposta em um aplicativo chamado Doação Eleitoral Legal, disponível desde 2010. O sistema funciona como uma loja on-line, onde a pessoa física escolhe um valor para a doação. A diferença é que a plataforma gera um recibo de cada transação, nas normas determinadas pelo TSE, para que os candidatos façam a prestação de contas.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia