Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de junho de 2016. Atualizado às 23h51.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 30/06/2016. Alterada em 29/06 às 20h07min

Frases e personagens

Juliana Brizola (PDT), deputada estadual e neta de Leonel Brizola

Juliana Brizola (PDT), deputada estadual e neta de Leonel Brizola


MARCELO BERTAMi/AGÊNCIA ALRS/JC
“Brizola escolheu a forma de combater os desvios sociais pela educação.” Juliana Brizola (PDT), deputada estadual e neta de Leonel Brizola, durante Grande Expediente Especial na Assembleia Legislativa para homenagear o avô, nos 12 anos de sua morte.
“No final dos anos 1950, o Rio Grande do Sul era assentado numa economia agropastoril e gerava imensa pobreza humana. Depois do governo de Brizola que o Estado se industrializou.” Também Juliana Brizola.
"Representantes de empresas e de trabalhadores divergiram em tudo na reunião sobre reforma da Previdência. Depois de 45 dias de criação e cinco reuniões, o grupo de trabalho para discutir a reforma da Previdência decidiu que um novo grupo será formado para debater a questão. Com isso, a meta de entregar uma proposta até o fim de julho, agora, passou para até o fim do ano." Eliseu Padilha (PMDB), ministro da Casa Civil e coordenador dos trabalhos."
"Quando a gente não quer decidir com rapidez, monta-se um grande colégio. Quando a gente quer mais rapidez, um grupo menor. Fomos para o grupo menor." Também Eliseu Padilha.
"O início do processo de queda das taxas de juros vai levar mais tempo do que o esperado pelo mercado financeiro e a ala política do governo Michel Temer. O BC conta com a ajuda da queda do dólar e da melhora da política fiscal para reduzir a inflação." Ilan Goldfajn, presidente do Banco Central.
"O mercado seguiu direitinho o recado de Ilan. Ele deu o recado que tinha de dar do ponto de vista de jogar a inflação para 4,5% no ano que vem. Isso é importante porque a comunicação do antecessor Alexandre Tombini era muito volátil, típica de um presidente do BC que era mais suscetível a pressões políticas." Carlos Thadeu de Freitas, ex-diretor do BC.
"Reajustamos em 12,5% o programa Bolsa Família e liberamos R$ 700 milhões para educação básica e superior. E enquanto houver a extrema pobreza é preciso ter programas desta natureza, mas o objetivo é exatamente, num dado momento, fazer com que o Bolsa Família seja desnecessário, o que significa uma tentativa de progresso e desenvolvimento para o nosso País." Michel Temer (PMDB), presidente em exercício.
"O governo abriu 75 mil novas vagas no Fies, um programa que alardeava-se que pretendíamos extinguir. Ao contrário, o que fizemos foi ampliá-lo." Também Michel Temer.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia